28 fevereiro 2013

Resenha: O oposto do amor da autora Julie Buxbaum

Ola queridíssimos leitores do blog e futuros leitores também :)
Hoje, quero dizer-lhes que embora eu ame muito o meu blog e goste de postar nele... Não faço isso diariamente pois não tenho muitas ideias, bom, na realidade eu até tenho :) Só que o difícil é por em prática...

Bom, seus lindos vamos ao que interessa néh?

Sinopse

    Aos 29 anos, Emily Haxby mora sozinha em Manhattan, trabalha em um grande escritório de advocacia, tem bons amigos e um namorado apaixonado. Mas, ainda assim, ela se sente vazia por dentro. O que poderia faltar em uma vida aparentemente tão boa? Em O oposto do amor, Julie Buxbaum estréia na literatura mostrando uma personagem que luta para aprender a lidar com as próprias emoções e precisa desvendar a si mesma antes de encarar o mundo.
      Ao desconfiar que Andrew, um médico com quem namora há dois anos, vai pedi-la em casamento, Emily toma uma decisão surpreendente: termina o relacionamento, sem conseguir encontrar uma justificativa plausível para tal atitude. Mergulhada no trabalho, a advogada não tem tempo para refletir sobre o assunto ? passa 20 horas por dia no escritório, envolvida em uma causa que vai contra seus princípios e a faz lidar com um chefe que insiste em assediá-la.Quando descobre que seu avô ? uma das pessoas que mais ama e sempre esteve presente para apoiá-la ? sofre de Alzheimer, a protagonista é forçada a encarar seus fantasmas. A ausência da mãe, que morreu de câncer quando Emily tinha 14 anos, e a distância existente entre a jovem e seu pai, um político bastante ocupado, incomodam como nunca. No meio desse turbilhão emocional, ela se dá conta de que realmente ama Andrew.Com o passar do tempo, Emily reflete sobre as escolhas feitas até então e resolve dar um novo rumo à sua vida. Para começar, a personagem procura reatar seu namoro. 


          Diante da resistência de Andrew, ela conclui que o oposto do amor não é o ódio, e sim a indiferença. Seria tarde demais para eles?Ao longo das páginas, Julie Buxbaum brinda os leitores com uma narrativa sobre amor, perda e a capacidade de se reerguer diante das adversidades, enfrentando os próprios medos. Apesar de ser uma obra de ficção, O oposto do amor mostra como as verdadeiras mudanças na vida de alguém se realizam de dentro para fora. Nesse processo, saber lidar com os sentimentos é fundamental.


            Nota: 5/5

            • ºº Resenha ºº

              O oposto do amor foi um dos poucos livros que li e me modificaram com sua realidade e lições de vida e... Nossa, tenho que dizer... Simplesmente magnifico! 
              Um livro onde a protagonista vai amadurecendo aos poucos e não necessariamente de uma vez. Esse livro é muito maduro e durante a leitura nós vamos acompanhando a vida da Emily. Ela, é apenas mais uma adulta frustrada que não sabe como lidar com as responsabilidades e embora tenha 29 anos podemos perceber que ela é apenas mais uma adolescente que tem medo de enfrentar a vida.
              O mais legal do livro é que eu vivi na pele da protagonista e senti tudo o que ela sentiu. Gostei de ver que os personagens não são perfeitos e que a história narrada no livro pode acontecer com qualquer um de nós. 
              "Ri de situações bem engraçadas como o primeiro encontro que ela teve com o seu (ex) namorado que foi em um barzinho comendo azinhas de frango com pimenta e no final apressaram o termino do encontro porque estavam com dor de barriga!"
              Julie Buxbaum soube perfeitamente encantar a todos que leem esse livro pois ele descreve detalhadamente o que acontece em cada situação narrada.
              Enfim, muito bom. Eu realmente ri, fiquei emocionada, torci por um final feliz e quando ele finalmente chegou... Fiquei com um gostinho de quero mais.
              Super Recomendado.