08 novembro 2012

Resenha: Cinquenta tons de Liberdade da autora E. L. James

Sinopse
Quando a ingênua Anastasia Steele conheceu o jovem empresário Christian Grey, teve início um sensual caso de amor que mudou a vida dos dois irrevogavelmente. Chocada, intrigada e, por fim, repelida pelas estranhas exigências sexuais de Christian, Ana exige um comprometimento mais profundo. Determinado a não perdê-la, ele concorda. Agora, Ana e Christian têm tudo: amor, paixão, intimidade, riqueza e um mundo de possibilidades a sua frente. Mas Ana sabe que o relacionamento não será fácil, e a vida a dois reserva desafios que nenhum deles seria capaz de imaginar. Ana precisa se ajustar ao mundo de opulência de Grey sem sacrificar sua identidade. E ele precisa aprender a dominar seu impulso controlador e se livrar do que o atormentava no passado. Quando parece que a força dessa união vai vencer qualquer obstáculo, a malícia, o infortúnio e o destino conspiram para transformar os piores medos de Ana em realidade. 

CLASSIFICAÇÃO: ♥


Em Cinquenta tons de liberdade eu fiquei realmente frustrada (até pelo menos nos primeiros capítulos), foram pequenas coisas que me incomodaram neste livro como o fato do relacionamento de Anastacia e Christian se basear somente em sexo, sexo e sexo (sim eu só vim perceber isso agora)!
Neste livro eu vi que as brigas deles eram bastante sérias, porém... Como eles resolviam os problemas??? Sim na cama, no quarto... Seja lá onde for, contanto que tenha sexo...
Mas... Mais uma vez me surpreendi o livro é realmente recheado de surpresas e de conflitos. E enfim, eles conseguem conversar civilizadamente, entenderem os problemas um do outro, e procuram juntos um melhor forma solução.

No inicio do livro nos deparamos com eles já casados, em lua de mel! Nós leitores ficamos por dentro do casamento deles (detalhadamente)  através de flashs o que é até legal para variar.
Aqui neste livro apesar de me frustrar no começo me dei conta de que esse sem dúvida é o melhor dos três volumes da serie, senti na pele a intensidade do amor de Christian por Anastacia e percebi que eles realmente foram feitos um pro outro.

Ao longo do livro o leitor presencia as coisas se encaixando e fica totalmente extasiado com o final da tão amada ou odiada serie "Cinquenta tons de Cinza".

Na minha opinião a E. L. James não poderia ter feito melhor, para mim está serie foi simplesmente perfeita e não me surpreendi pela forma como eu devorei cada livro em menos de uma semana.

Sim, eu estou triste por mais um final, porém estou feliz que no fim tudo deu certo e minha personagem tão tonta e tão amada no final teve seu "Felizes para Sempre" e que o seu sapo enfim... Virou príncipe!

Beijos :*
Dani Henrique