01 fevereiro 2013

Resenha: Os miséráveis do autor Victor Hugo

Para dar início ao Desafio Realmente Desafiante escolhi um clássico literário. - Ok, agora conta uma novidade! hahaha
A proposta para janeiro era  ler um livro de um autor europeu e eu pensei que Victor Hugo era a melhor escolha, concordam?

Sinopse

 Os Miseráveis, um dos romances mais amados de Victor Hugo, é como o "Notre Dame" de Paris, não só um clássico do mundo literário, mas também deu origem ao mais bem sucedido musical de todos os tempos. Com uma surpreendente combinação de ação, compaixão, sofrimento, fúria, perdão e amor, esta poderosa série televisiva relata a saga de um homem que lutou contra o sistema judicial da sua época, que condenava todos aqueles que tiveram a infelicidade de nascer pobres.Jean Valjean, depois de ter passado quase vinte anos na cadeia por roubar pão, emerge da sua condição de prisioneiro com fome de viver e disposto a levar uma vida honesta. Contudo o Inspetor Javert está convencido que um criminoso será sempre um criminoso, e que Valjean pertence a cadeia... Para sempre.
NOTA: 5/5   CLASSIFICAÇÃO:
 Uma Palavra para descrever o livro: PROFUNDO!

Bom,  Os Miseráveis é uma série publicada pela primeira vez na França por volta de 1862. Adoraria ler romance original... infelizmente só tive acesso a uma pequena adaptação (128 pág.) contendo o resumo dos 5 volumes - A Liberdade, O Prefeito, A Perseguição, A Vida de Cosette e Paris.
Foi a primeira vez em minha vida que o resumo de uma obra me deixou realmente empolgada, excluindo as adaptações de Romeu&Julieta!
É bem verdade que nos capítulos iniciais não encontrei nada de muito cativante e o envolvimento com Jean Valjean (personagem principal)  surgiu apenas no desfecho de A Liberdade quando ele recupera sua humanidade - perdida há 19 anos.

"Seu coração endurecido sucumbiu à força da emoção. Chorou. Pela primeira vez em dezenove anos, chorou!" pág. 31 
Em, O prefeito, a personagem Fantine nos faz sentir o coração pequinininho ao mostrar o quão grande e sublime é o amor de mãe... Chega a ser constrangedor estar tão impotente diante do seu sofrimento, fiquei desesperada!
"- Minha filha não vai morrer sem socorro!" pág. 44

Até agora só citei os "bons personagens" da obra , mas não foram apenas ele que a tornaram tão cohecida.Os miseráveis também nos mostra  o lado mesquinho e egoísta da humanidade, capaz de tornar qualquer um ser detestável e digno de pena.

"- Minhas filhas quase nuas. E ela tão elegante! Não posso acreditar que aquela desgraçada tenha se transformado na moça que estee aqui, tratando minhas filhas como se fosse uma dama!" pág. 84

Posso afirmar que trata-se de uma obra completa - não faltou nem sequer o casal apaixonado e, claro, os muitos impedimentos desse amor!

"Um beijo, eis tudo." pág. 96

 Sem dúvida uma daquelas obras-primas que superam o tempo e as circunstâncias, emiocionam e marcam a vida de quem lê. Não é a toa que se encontra entre os principais títulos da literatura internacional!

"Ele dorme. Embora a sorte lhe tenha sido adversa
Ele viveu. Morreu quando perdeu seu anjo;
Partiu com a mesma simplicidade
Como a chegada da noite após o dia". 
pág. 124 



6 comentários:

  1. Oii, parabens pela resenha e boa sorte no desafio.
    Tem uma TAG pra vocês lá no meu blog,

    http://espacinhodoslivros.blogspot.com.br/

    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oh, obg! Q bom que vc gostou da resenha, fico muito feliz.
      O seu blog é bem legal (vou seguir) e vlw pela tag, gostei muito!

      Excluir
  2. Oi, tudo bem? Temos uma tag para você no nosso blog! veja aqui:
    http://livraticos.blogspot.com.br/2013/02/tag-entrevista.html


    Livráticos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. acredita que ganhei uma tag igual do blog http://espacinhodoslivros.blogspot.com.br/?
      hahaha
      Coincidência?!
      Bom, obg de qualquer forma!

      Excluir
  3. Bruna, fiquei encantada com sua resenha. Já escutei comentarem tanto sobre esse livro, mas ainda não li. Só que ejá está na minha lista de livros que devo ler heheehe
    Saiu o filme, não é..baseado nessa obra...
    Beijinhos doces,
    http://marlicarmenescritora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu super recomendo Marli, a leitura é muito boa...
      Ainda não assisti ao filme, mas com um elenco daquele deve ser muito bom. Se foi fiel ao livro tenho certeza que é mais que maravilhoso.

      Bjs

      Excluir

Comentem, comentem, comentem! Mas com respeito ok?
Opiniões, sugestões e críticas são bem vindas!