31 janeiro 2013

Resenha: Um Dia do autor David Nicholls

Sinopse

Dexter Mayhew e Emma Morley se conheceram em 1988. Ambos sabem que no dia seguinte, após a formatura na universidade, deverão trilhar caminhos diferentes. Mas, depois de apenas um dia juntos, não conseguem parar de pensar um no outro. Os anos se passam e Dex e Em levam vidas isoladas - vidas muito diferentes daquelas que eles sonhavam ter. Porém, incapazes de esquecer o sentimento muito especial que os arrebatou naquela primeira noite, surge uma extraordinária relação entre os dois. Ao longo dos vinte anos seguintes, flashes do relacionamento deles são narrados, um por ano, todos no mesmo dia: 15 de julho. Dexter e Emma enfrentam disputas e brigas, esperanças e oportunidades perdidas, risos e lágrimas. E, conforme o verdadeiro significado desse dia crucial é desvendado, eles precisam acertar contas com a essência do amor e da própria vida.

 CLASSIFICAÇÃO:


"Magnifique livre."
Por Pedro Medeiros (Uau! nossa primeira resenha de seguidor.)

Agora eu sei como é sentir aquela sensação ao chegar ao fim de um livro profundo e se achar um nada e de sentir vontade de tomar outro rumo na vida.
Um dia nos faz pensar no quanto às vezes, agimos de formas impensáveis,  e só no fim, quando já não tem mais jeito, percebemos o quanto aquelas atitudes foram infantis a ponto de não ter mais como conserta-las.
Um belo livro, apesar de ser um pouco maçante no início, pois confesso que quando o livro estava ao meu lado eu ficava olhando ele, e não o lia. Foi por isso que demorei um pouquinho pra lê-lo, mas apesar disto, o livro não me decepcionou.
Com personagens sólidos, marcantes e bem construídos Um dia é um romance que se diferencia dos demais, por ser uma estória que não foge muito da realidade, e tem sua narrativa bastante detalhada pelo autor que consegue te cativar com a descrições das situações.
Vão ter momentos em que você vai dar gargalhada, outros em que você ficará indignado com a estupidez de Dexter ao ponto de querer dar uns murros na cara de dele. Vai ver o quanto Emma é doce. Vai torce muito para a felicidade do casal, e se você for sentimental, vai derramar litros de lágrimas.
E no final de tudo, o livro vai te fazer pensar muito em coisas banais de sua vida e o quão elas podem serem importantes, mesmo parecendo que não.
Enfim, o livro é fascinante, impactante, engraçado, inteligente e real.

E ele ainda foi modesto, disse: "Primeira resenha que faço, então peço desculpas se não fiz certo e que deem um desconto. Críticas são sempre vem vindas, quando bem intencionadas".

Pois bem, estão esperando o que? Envie-nos você também sua resenha!
Beijos.